Olhos

agosto 3, 2009

O som da televisão não me deixava dormir. Pensando bem, não era a televisão, eram meus pensamentos o que não me deixavam dormir. Estava no sofá deitado de bruços, as mãos sobre a nuca, os olhos abertos, mas sem enxergar absolutamente nada.

Ela quase não falou enquanto todos conversavam.
Os dedos dela iam de lá pra cá sobre a mesa de mármore e pareciam nem tocá-la tal qual era a suavidade do seu toque.
O shopping todo estava super agitado ao redor dela e ela parecia estar completamente desligada daquilo tudo e isso me encantava.
De repente os olhos dela encontraram os meus, que insistentemente fugiam dali.
Eu saí dali com aquila cena ainda rodando dentro da minha cabeça.

Não consegui dormir.
8:37am e eu ainda não tinha dormido.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: