… I’m easy like Sunday morning

dezembro 8, 2009

Domingo.
8 da manhã e eu acordado.
8 da manhã? Eu acordado? Como é possível?
E essa linda manhã ensolarada, como vai?
Bom dia, linda manhã!
Camiseta preta lisa, sem desenhos ou frases. Lisa.
Calça jeans. Rasgada no joelho ou não?
Ah, rasgada.
All star. Cadarço branco ou preto? Branco, oras, o tênis já é preto.
A gente marcou as 10 e eu já estou pronto as 8?
Igualzinho os caras que eu critico. Eu sempre critico demais.
Eles escolhem uma garota e param de sair com os amigos. Será que eles não percebem que sempre faltaalguém no futebol na sexta à noite sempre por esse motivo?
E olha pra mim. Olhe para esse ser se vestindo em frente ao espelho. Igualzinho a todos eles.

– E daí? Dane-se. – eu digo olhando meus olhos no espelho.

Minha mãe está triste no café da manhã. O pai dela não está nada bem no hospital e ontem ela ficou quase a noite toda lá e eu conheço essa cara. Meu pai ficava do mesmo jeito quando o pai dele estava no hospital à beira da morte uns anos atrás. Ele forçava risos que ela não força, mas ficava do mesmo jeito.
E qual é o problema da morte? Todo mundo um dia morre e essa é a coisa mais normal do mundo.
Eu só tenho uma certeza: Eu vou morrer um dia e não pode ser hoje.
Olha eu supervalorizando de novo.

Entro no carro e lembro que tenho que abrir o portão pro meu pai me levar.
Abro, ele sai com o carro e eu fecho.

A gente não conversa muito no caminho. Meus pensamentos estão em outro lugar. Mais precisamente 6 km à frente.
Quer dizer, a gente não anda conversando muito ultimamente. A gente fala do “jogo de ontem” no jantar e pronto. Nada mais.
Ele me deixa em frente ao portão do parque e eu entro.
Ando um pouco e me sento no lugar onde a gente marcou.
O parque é bonito, grande e venta muito aqui dentro.
Grama por todos os lados, ciclovias e dois lagos.
Algumas crianças brincam com os patos enquanto suas respectivas mães gritam pra não encostarem neles.
O pai brinca de bola com o filho mais velho. Óculos escuros, cara amarrada, ele se irrita toda vez que o pai erra um chute. Se bem que é pedir demais que um velho visivelmente fora de forma acerte todos os chutes a essa distância.
10 minutos.
Um homem vende sorvetes num carrinho de empurrar. Me oferece e eu recuso com um sorriso e uma balançada de cabeça.
15 minutos.
Algumas crianças passam correndo e sorriem pra mim. Retribuo.
20 minutos.
– Como venta aqui, não? – Diz o vendedor de sorvetes passando de novo pelo meu lado.
– Pois é. – eu respondo.
25 minutos.
27 minutos.
Meia hora.
Sinto alguém se sentar na grama do meu lado. Olhos verdes, cabelos ondulados castanho-claro, camiseta branca lisa, calça jeans sem rasgos no joelho, All Star branco com cadarço preto. Um sorriso no rosto.
– Demorei pra me trocar, desculpa.
– Seria mais criativo se você tampasse meus olhos e dissesse “adivinha quem é!”, ia me convencer mais. – mentira.
Já consegui uma risada.
Aliás, nunca tinha conseguido tantas risadas de uma garota em toda minha vida.
A gente falou sobre tudo. Musica, cinema, teatro, futebol, sonhos, amor, Clarisse Lispector, Charles Bukowsky…
Agora eu já sei que ela sonhava com água toda noite até os 10 anos. Que ela prefere comédias românticas e ficção científica a suspense e musicais. Que prefere gatos a cães. Que não entende o hino nacional, mas gosta de Bon Jovi. Que ela torce pro time de futebol rival do que eu torce. E sei que é encantadora quando olha pro lago sorrindo.
Enquanto a gente anda pelo parque me sinto num filme clichê americano com sorvetes e hot-dogs e digo isso. Claro que eu me arrependo um segundo depois, mas digo.
– Quem sabe esse clichê não tem um final feliz?
– Pode ser, mas só se o roteiro for muito bom pra valer a pena.
Eu tento beijá-la.
Ela se esquiva.
– Preciso ir. – ela diz.
– Como assim? – eu digo.
– Almoçar em casa. – ela diz.
– Mas já passa das 4 da tarde. – eu digo.
– Tchau.
Ela consegue uma risada minha e sai correndo.
Eu fico aqui parado. Olhando os cabelos dela voando enquanto ela corre.

“That’s why I’m easy… I’m easy like Sunday morning…”

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: